Skip navigation

A operação limpeza Copa/Olimpíada começou cedo. Espetaculosa, sutil, sem o amadorismo de 2007, na operação limpeza para o Pan-Americano.

Tudo igual. Ataque às consequências, ao destino das drogas e armas, para que as causas, as origens sigam intactas: fronteiras abertas, arrego dos traficantes, pedágio dos maconheiros, financiamento de campanhas eleitorais.

A classe média aplaude a invasão da favela, sem se dar conta de que, a longo prazo, isso poderia prejudicá-los: se matarem os favelados, quem vai lavar suas cuecas, cozinhar, fazer a faxina?

“A situação é muito grave e não admite leviandades. Portanto, só faria sentido falar se fosse para contribuir de modo eficaz para o entendimento mais amplo e profundo da realidade que vivemos. Como fazê-lo em alguns parcos minutos, entrecortados por intervenções de locutores e debatedores? Como fazê-lo no contexto em que todo pensamento analítico é editado, truncado, espremido, para que reinem, incontrastáveis, a exaltação passional das emergências, as imagens espetaculares, os dramas individuais e a retórica paradoxalmente triunfalista do discurso oficial?”

Luiz Eduardo Soares, A crise no Rio e o pastiche midiático

One Comment

  1. Talvez fosse diferente se a mídia tivesse postura construtiva (crítica, já tem, mas costuma atirar longe do alvo) diante dos acontecimentos. Tá bem, estou cobrando muito. Mas, se onze em cada dez esclarecidos dizem que a manutenção do tráfico ocorre no asfalto, alguém deveria ter descido o morro. Nem que fosse para constatar o óbvio e “sugerir” ao governo que desse uma passadinha em certos gabinetes.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: