Skip navigation

Hoje, primeiro pronunciamento de Aécio Neves, novo líder da oposição. O vazio de sempre.

Não se sabe o que pensa o badalado presidenciável sobre política econômica, relações internacionais, inclusão social. É mais insípido que Dilma Rousseff, muito mais que José Serra. Portanto, mais perigoso.

Democracias não funcionam sem oposição concreta, que fiscalize abusos, ofereça alternativas. Por aqui, as facções que comandaram o país nas duas últimas décadas aproximam cada vez mais suas teorias e práticas. O PSDB desmontou o Estado; o PT aparelhou o que restou dele, em benefício próprio.

A diferença: os petistas foram mais perspicazes, explorando carências nacionais historicamente ignoradas. Ampliaram políticas sociais, passaram a negociar melhor com outros países, resgataram um orgulho inócuo com a Copa do Mundo e a Olimpíada – mesmo o país não gozando de condições estruturais e de qualquer tradição esportiva que justifique sediar tais eventos.

Num suposto contraponto a isso, apresenta-se o playboy Aécio Neves. Sem qualquer projeto concreto de nação, mas sob o sagrado e perigoso manto tecido pela imprensa.

Teremos o nosso Silvio Berlusconi?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: